22 de dezembro de 2014

Com dois jogos natalinos, confira as transmissões da semana



22/12/2014 - Segunda-Feira - Los Angeles Clippers @ San Antonio Spurs - 23h30 - Sports+
23/12/2014 - Quarta-Feira - Portland Trail Blazers @ Oklahoma City Thunder - 23h - Sports+
25/12/2014 - Quinta-Feira de Natal - Cleveland Cavaliers @ Miami Heat - 20h - Sports+
25/12/2014 - Quinta-Feira de Natal - Los Angeles Lakers @ Chicago Bulls - 23h - Space
26/12/2014 - Sexta-Feira - Los Angeles Lakers @ Dallas Mavericks - 23h30 - ESPN
27/12/2014 - Sábado - Memphis Grizzlies @ Miami Heat - 22h30 - Sports+
28/12/2014 - Domingo - Washington Wizards @ Houston Rockets - 23h - Sports+

19 de dezembro de 2014

Michael Jordan em seu pior dia dez vezes melhor que Kobe Bryant


A expectativa de Kobe Bryant ultrapassar Michael Jordan no número de pontos foi criada antes mesmo da temporada. Os cálculos era que o Mamba conseguisse o feito mais ou menos no dia do Natal. Precisando carregar o Los Angeles Lakers nas costas, é a principal (quase única) arma da equipe no ataque e com isso passou o rei mais cedo. O mais bacana é que gera um comentário legal, pois uma marca dessa não é pouca coisa e novamente levanta as comparações no estilo de Kobe e Jordan.

Comentarista da TNT e ex-jogador, Reggie Miller entrou na onda, foi comentar o feito de Bryant e disparou comentários fortes. O comentarista Fabio Sormani, da Fox Sports, redigiu exatamente o que Miller comentou e eu fui atrás de mais informações. Vestindo a camisa amarela do Indian Pacers de 1987 até 2005, Miller conviveu com Jordan e foi adversário por muitas vezes, sentindo na pele o que é encarar o eterno camisa 23.
"Sem dúvida. Michael Jordan em seu pior dia é dez vezes melhor do que Kobe Bryant em seu melhor dia "
O especialista nas bolas de três disse isso no programa de rádio chamado Dan Patrick Show quando o assunto era a partida entre Lakers e Wolves quando Kobe, em um lance livre, virou o terceiro maior cestinha da história.

Até podíamos comentar algo em relação às palavras de Reggie, no entanto ele é comentarista da TNT (canal americano na TV aberta) e trabalha ao lado de Charles Barkley, outro que adora aparecer e falar coisas fortes. Não sabemos se falou isso na mais pura verdade ou se foi para cutucar Kobe e aparecer na mídia. Respeitamos a opinião.

18 de dezembro de 2014

FECHOU? Sportv teria adquirido os direitos de transmissão da NBA


Vocês se lembram que o blog publicou um post (LEIA AQUI) no sábado falando sobre as possibilidades da NBA ir parar no Sportv? Menos de uma semana depois, circula nos bastidores que o Sportv, canal da Rede Globosat JÁ adquiriu os direitos para transmitir a liga e vem para SOMAR as transmissões aqui em nosso querido Brasil.

Segundo informações do Lance!, no blog 'De Prima', já está tudo acertado e o Sportv transmitirá partidas do melhor basquete do mundo. Ao contrário do que todos pensavam, os canais Globo não entram para tentar tirar o trono da ESPN, e sim para ser mais um canal no Brasil com os direitos. A alta audiência do canal foi muito elogiada e o namoro entre canais Globoasat e NBA é de outros carnavais, porém empecilhos impediam o acerto. Com o NBB acertando parceria com a NBA, tudo encaixou.

Se a notícia for verídica, agora temos Sportv, ESPN, Sports+ e Space com o produto em suas mãos. O bom disso? As transmissões devem aumentar sua qualidade, pois os canais sabem que agora existe forte concorrência. O público da NBA é bem crítico. Desde aquele que entende bastante da história, das regras, do formato, etc. até aquele que está iniciando e precisa de informações mais breves e claras. Como saciar todos esses telespectadores sem perder a qualidade da transmissão? Agora os canais precisam  se adequar e focar nisso. 

O blog do Lance! tentou entrar em contato com o pessoal da Globo para saber o início e os dias certos das transmissões, porém o e-mail não foi retornado e a dúvida persiste. A alta cúpula da NBA Brasil deve esconder isso até o limite, no entanto fará um super anúncio e quem ganha com isso é o fã de basquete, fã da NBA, fã do NBB...

Minha opinião já foi dada no post anterior, mas vale reiterar: espero que todos os canais tenham consciência do produto que eles tem em mãos, tratando com muito respeito e levando o melhor para o cliente (telespectador). Se for tratar com mais uma transmissão, uma obrigação, colocar dois profissionais despreparados, por favor, larguem. Vamos lá, amigos. É a NBA crescendo sem parar por aqui. Hora de aproveitar.

* O link da matéria no LANCE!: 
http://blogs.lancenet.com.br/deprima/2014/12/18/sportv-tambem-vai-transmitir-a-nbb-em-2015/

AGORA FICOU SÉRIO! Rajon Rondo perto de ser trocado



Na vida, há algumas certezas: o dia, a noite, a morte, aquela tia do interior perguntando sobre as namoradas, gol da Alemanha e rumores de troca de Rajon Rondo. Todo ano sai aquela notícia que o Boston Celtics quer trocar Rondo, que o Rondo vai sair e blá, blá... O problema é que nunca passa de um rumor, de uma especulação, uma guerra de contradições. Mas essa temporada, ao que tudo indica, a porra ficou séria. Segundo as principais fontes da NBA, a ESPN e Yahoo Sports, o Celtics está de fato negociando o seu armador.

A notícia saiu no início da noite com insiders da ESPN e Adrian Wojnarowski informando que as negociações entre Celtics e Dallas Mavericks já está avançada e a franquia texana tem ótimas chances de levar o armador para a American Airlines Center. Para convencer Danny Ainge e cia., os Mavs oferecem diversas escolhas de Draft, os direitos do pivô Brandan Wright e outros jogadores. A intenção é reforçar o elenco na posição e firmar uma super parceria com o ala-armador Monta Ellis, um dos destaques do time ao lado de Parsons e Dirk Nowitzki

A proposta já está na mesa do núcleo celta, mas existe um plano B. Caso Rondo venha fechar com outra equipe, os Mavs vão atrás dele no mercado de agentes livres ao final da temporada. O sonho de Mark Cuban é montar o Mavs com Rondo, Ellis, Parsons, Dirk e Tyson Chandler. Caso o jogador tenha interesse em fechar com o time de Dallas, os dirigentes correm para assegurarem um vínculo que vá além de 30 de junho de 2015.

A concorrência será forte. A ESPN relata também que Kings, Knicks, Lakers e Rockets demonstraram interesse em fazer negócio e já ligaram perguntando. O que Rondo diz sobre isso? "Os rumores de negociações me acompanham desde que cheguei aqui". O Mavs está perto, equipes correm por fora mas quem decide é o Celtics. Que faça algo decente para o futuro da franquia.

Alguns posts que você precisa ler...



Existem alguns posts aqui no Paixão NBA que é sempre bom relembrá-los. Por sempre estar mantendo o blog ativo com postagens, alguns posts vão caindo para baixo e alguns se tornam até esquecidos. O problema é que para aquele que adora acompanhar histórias da liga e fica conhecendo o blog há pouco tempo, perde a chance de acompanhá-los. Como já dizia o outro: SEUS PROBLEMAS ACABARAM.

Nessa ilustre postagem, tentarei lembrar de alguns posts que eu gostei de pesquisar e falar brevemente aqui no Paixão NBA. O blog tem muitas postagens e você pode pesquisar a vontade. Alguns com mais notoriedade vou colocar o link e recomendo boa leitura.


Hoje consagrado, Dirk Nowitzki já pode se aposentar que seus feitos na NBA já estão marcados para sempre. Mas e seu te dizer que lá em 1998 o Milwaukee Bucks ESCOLHEU o alemão e resolveu trocá-lo com o Dallas Mavericks? Nesse post, conto um pouco sobre Traylor que teve um triste final em sua vida.


O Los Angeles Clippers detinha a primeira escolha daquele ano. Com um leque de opções, resolveu ir de Michael Olowokandi. Bom, não deu certo, mas o blog fala um pouquinho dele e relembra até uma super briga com o brasileiro Nenê Hilário.


Eu sou fã de carteirinha do menino Steph. Sua forma de jogar, de conduzir o belo time dos Warriors e ver a sua mecânica de arremesso me encantam. E ele aprendeu tudo com Dell Curry, seu pai que trilhou passagens Utah Jazz e Cavs, porém se destacando com seus tiros de três em Charlotte. Curry aprendeu tudo em casa, senhoras e senhores!


Kobe Bryant está imortalizado. Cinco vezes campões desta liga, terceiro maior cestinha, diversos prêmios, diversas escolhas para o All-Star Game, recordes quebrados... simplesmente um gênio. Seu pai, Joe Bryant, também já trilhou um caminho na NBA. Não teve 2% do sucesso do filho, no entanto vale a pena falar do rapaz. Se liga!


Esse é um dos mais emblemáticos e a cada pesquisa eu ficava mais impressionado. O maior campeão da NBA, Russell sofria com racismo até da própria torcida de Boston. Alguns relatos são chocantes. Hoje a relação está saudável, houve perdão e tudo está certo.


Você sabia que o Klay Thompson teve pai sendo a primeira escolha do Draft, campeão com o Lakers e tudo mais? Pois é. Mychael trilhou uma jornada bem legal na NBA, apesar de não ter sido um super craque. Contribuiu muito para os títulos de 87 e 88. Hoje Mychael vê Klay brilhar, mas vê Mychel sem espaços na NBA.

17 de dezembro de 2014

Os times e jogadores mais pesquisados no Google em 2014


Veja também: Os mais pesquisados em 2013

Todo final de ano, o Google divulga seus relatórios de pesquisas e informa as tendências do ano. A empresa sempre mostra relatórios em todas as áreas, desde física quântica até os esportes. A NBA obviamente não poderia ficar de fora. E hoje já sabemos as franquias e os jogadores mais pesquisados no buscador mais famoso desse mundo.

Na lista dos atletas, quem liderou foi Paul George, que chocou todo o planeta após fraturar a perna durante um treino da seleção americana para o Mundial de basquete. Outro que chama atenção é Shabazz Napier, que ganhou destaque em decorrência das declarações de LeBron James antes do Draft. Os desinformados correram se informar quem era o menino Napier.

Já entre as franquias, a primeira coisa que chama atenção é a falta do Miami Heat, que liderou no ano passado e sequer aparece no top 10. A procura sobre infos/ingressos/história decaiu após o big three ruir. No ano, o Cavs trouxe LeBron, Love, teve a first pick, trocou a first pick, trocou de técnico... com isso é o time mais buscado. Outro destaque vai para a presença do Charlotte Hornets no top 3.

Sem mais delongas, confira o top 10:

Os atletas com mais busca:

1º Paul George
2º Carmelo Anthony
3º Kevin Love
4º LeBron James
5º Shabazz Napier
6º Kevin Durant
7º Lance Stephenson
8º Ray Allen
9º Blake Griffin
10º Damian Lillard

Times mais pesquisados:

1º Cleveland Cavaliers
2º San Antonio Spurs
3º Charlotte Hornets
4º Washington Wizards
5º Dallas Mavericks
6º Portland Trail Blazers
7º Oklahoma City Thunder
8º Los Angeles Clippers
9º IndianaPacers
10º Phoenix Suns

Isaiah Austin foi introduzido no NBA 2k15


Cotado para ser draftado, Isaiah Austin precisa encerrar a carreira aos 20 anos
E a NBA selecionou Isaiah Austin

Senhores, vocês se lembram da história emocionante do Isaiah Austin? Cotado para ser um dos selecionados no Draft deste ano, o jovem de 20 anos descobriu nos treinamentos com os times que sofria de uma doença que forçou ele abandonar o basquete de uma forma tão prematura. A tal notícia que chocou Austin foi dada QUATRO dias antes do Draft. No dia das seleções, a NBA resolveu homenageá-lo e o "draftou".

A história emocionante ainda rende muitas homenagens: o famoso game de NBA na face da terra fez uma coisa muito bacana. A 2k Sports lançou o agente livre Isaiah Austin no NBA 2k15. O ex-jogador da Universidade de Baylor foi submetido a digitalização facial completa, usando inclusive seu óculos, uma assinatura pessoal. A fornecedora de games também anunciou que Austin estará disponível na opção MyTeam.

Essa ação é muito elegante e merece todos os elogios do mundo. Vale lembrar que além de estar convivendo com a Síndrome de Marfan, Austin sofre com problemas na visão e batalhou muito para conquistar o seu espaço. Hoje em dia ele faz um curso de pós-graduação e trabalha integralmente na NBA juntamente com o comissário Adam Silver.



16 de dezembro de 2014

Lance Stephenson pode acabar trocado; Quatro equipes se interessam


O dia 15 de dezembro representa um pouco de esperança aos times. Essa data é uma espécie de janela de transferências e trocas no meio da temporada já podem acontecer. E a bendita janela nem abriu direito e os telefonemas não param. É a hora que uma franquia pergunta sobre o fulano, que comenta do ciclano, que cogita o beltrano e por aí vai. E Lance Stephenson, que pouco produziu na casa nova, já aparece como um dos mais cotados a ser trocado.

O menino Lance é dono de um salário anual de 9 milhões de dólares. O Charlotte Hornets tentou tanto se reforçar e depositou todas suas fichas da offseason no ala-armador que ganhou destaque atuando no Indiana Pacers. Pouco mais de um mês, Stephenson não se parece em nada com aquele rapaz de Indianapolis, não produz e vê sua franquia com uma das piores campanhas do leste (DO LESTE). O que fazer? Oferecer para quem quiser. Até o momento, Clippers, Nets e Pacers demonstraram interesse de negociar. No final do dia, informou Chris Broussard que até o Miami Heat entrou na parada. 

Colocar Lance no mercado não indica que ocorrerá de fato uma negociação. O pessoal na Carolina do Norte ainda parece acreditar no jogador e vai dar tempo ao tempo. A janela fecha só em fevereiro e até lá tudo poder mudar. Michael Jordan e sua equipe está atenta nas movimentações e estudará cada oferta de troca que receber.

Os números do camisa 1 não são tão terríveis. Até agora nos 24 jogos em que atuou, Stephenson anotou média de 10,3 pontos, 7,0 rebotes e 4,9 assistências. A campanha de 6 vitórias e 18 derrotas e o aproveitamento nos chutes (38,7% no geral e 15,7% nas bolas de três) é que empobrecem sua jornada.

MVP! MVP! Lou Williams chama a atenção por ter 2 namoradas



Se você não conhecia ou respeitava esse homem, passe a olhar de uma forma diferente. O sexto homem do Toronto Raptors e com ótima participação na atual temporada, Lou Williams tem duas namoradas! BÍGAMO! ISSO É ADULTÉRIO! Nada disso. As duas se dão super bem e convivem como melhores amigas.

Esse blog tem um compromisso com a família brasileira e sempre prezou o bem-estar, no entanto temos que dar ênfase para essa história. O atleta que já ganha uma boa grana atuando na principal liga de basquete do mundo, não tem vergonha em mostrar sua relação pouco habitual. Lou se relaciona muito bem com as excelentíssimas Ashley Henderson e Reece Mitchell.

Elas tiram fotos juntas, acompanham o namorado até os jogos de baseball em Toronto, posam junto com ele em fotos e encaram isso tudo numa boa. Williams só aproveita a situação. Pense muito bem antes de falar do camisa 23 dos Raptors.

Líder na conferência leste, Lou aparece com média de 14,6 pontos em 22 minutos por noite. Sem dúvidas, se credencia ao prêmio de sexto homem na temporada. Mas com o relacionamento com essas duas garotas, já merece o prêmio de MVP.




Feliz Natal!