25 de novembro de 2014

Confira os jogos da semana com transmissão da TV brasileira



25/11/2014 - Terça-Feira - Golden State Warriors @ Miami Heat - 22h30 - Sports+
26/11/2014 - Quarta-Feira - New York Knicks @ Dallas Mavericks - 22h30 - ESPN
28/11/2014 - Sexta-Feira - Los Angeles Clippers @ Houston Rockets - 23h - ESPN
29/11/2014 - Sábado - Indiana Pacers @ Cleveland Cavaliers - 22h30 - Sports+
30/11/2014 - Domingo - San Antonio Spurs @ Boston Celtics - 16h - Sports+
01/12/2014 - Segunda-Feira - Miami Heat @ Washington Wizards - 22h - Sports+

23 de novembro de 2014

O monstro Anthony Davis já briga pelo MVP


Ele é o futuro da NBA. Com apenas 21 anos de idade, Anthony Davis, o Monocelha, já dá amostras de todo o seu enorme talento e conquista fãs, dirigentes e jogadores. Apesar de estar apenas em seu terceiro ano de liga, o ala-pivô do New Orleans Pelicans já credencia seu nome ao prêmio de MVP. Dúvida? Vamos tentar explicar.

Antes de tudo, queria dizer que fui um dos mais críticos ao ver seu basquete no ano de novato. Em 2012/2013, como primeira escolha do Draft, anotou média de 13,5 pontos, 5,6 rebotes e 1,8 blocks por partida. Não são péssimos números, porém esperava mais dele. A pouca experiência e entrar com 19 anos em uma franquia carregada de insucessos e sem Chris Paul colaboraram muito. No segundo ano, os números foram impulsionados e Davis encerrou a temporada passada com 20,8 pontos, 10,0 rebotes, 2,8 blocks e escolhido para integrar o grupo do All-Star Game. Aos poucos, quietinho, ia evoluindo e enchendo os olhos de quem o acompanhava de perto.

Agora em 2013/2014 parece tudo melhorar. O Pelicans encorpa o seu elenco, Davis faz um Mundial de Basquete monstruosos e chega com uma moral absurda para seu terceiro ano. Antes da bola subir, os próprios gerentes das equipes já apontavam o ala-pivô como um dos atletas que escolheria para reconstruir/iniciar uma franquia. Aí o que ele faz? COME A BOLA.

Já são 12 jogos e o Monocelha vai chamando atenção por suas atuações acima da média. São 26,3 pontos (2ª maior da temporada), 11,4 rebotes (6º maior reboteiro), 2,1 roubos (3º roubador de bolas) e 3,5 tocos (maior bloqueador). Vocês leram bem? O cara está completo em praticamente todos os fundamentos. Só não aparece no ranking das assistências porque já é pedir demais. Os Pelicans estão com campanha positiva, 7 vitórias em 12 jogos (58,3% de aproveitamento). 

Indo mais além, podemos destacar uma consistência no jogo de Davis. Ele anota médias de 27,9 pontos e 11,4 rebotes quando vence, e 24,2 pontos e 11,4 rebotes quando perde. A eficiência dos Pelicans cai em todos os fundamentos do basquete quando sua estrela está no banco. EM TODOS OS FUNDAMENTOS.

Se eu fosse apostar algumas DILMAS, eu não apostaria todas as fichas em Davis como MVP JÁ nessa temporada, mas ele vai estar naquele famoso bolinho que briga. Mas tenho uma certeza absoluta: esse cara será o melhor jogador do planeta em no máximo 5 anos (se não tiver lesões pelo caminho, obviamente). 

22 de novembro de 2014

As estreias de todos os brasileiros da NBA

Marquinhos atuou no New Orelans Hornets
A sexta-feira reservou grandes emoções para o basquete brasileiro. No mesmo dia, no mesmo jogo e na mesma franquia, Bruno Caboclo e Lucas Bebê fizeram suas estreias na NBA. No triunfo épico do Toronto Raptors diante do Milwaukee Bucks, Dwane Casey teve a liberdade de colocar em quadra todo esse elenco disponível para a partida. E com a torcida ENLOUQUECIDA querendo a entrada de Bruno, foi uma noite especial no Air Canada Centre.

Com gritos de "We Want Bruno", Caboclo, a 20ª escolha do NBA Draft de 2014, adentrou na quadra e logo fez questão de fazer jus o pedido dos fãs. Anotou pontos com bolas longas e ponte-aérea, pegou rebote, bloqueou arremesso, cometeu uma falta e um erro. Foram 8 pontos (3-6 FG) para o paulistano de 19 anos e alguns dias. 

Já o pivô Lucas Bebê, estreando após ser selecionado em 2013 e passar uma temporada no basquete espanhol, também teve o gostinho de participar de uma partida na melhor e principal liga do planeta. Atuou em 9 minutos, anotou 2 pontos (1-2 FG), pegou apanhou 5 rebotes, roubou uma bola, cometeu 2 turnovers e 3 faltas. 

Agora o Paixão NBA vai reunir todos os brasileiros e relembrar suas estreias na temporada. Tudo começou com o paranaense Rolando Ferreira no final dos anos 80. Além de Bruno e Lucas, são mais 12 brasileiros que já pisaram na quadra da liga americana.

- Rolando Ferreira, Portland Trail Blazers (4 de novembro de 1988)
vs. Phoenix Suns; 4 minutos, 1 ponto (0-0 FG), 2 rebotes, 2 turnovers e 4 faltas.

- João Vianna, Dallas Mavericks (1 de novembro de 1991)
vs. San Antonio Spurs; 9 minutos, 2 pontos (1-2 FG), 2 assistências, 1 turnover e 3 faltas.

- Nenê Hilário, Denver Nuggets (30 de outubro de 2002)
vs. Minnesota Timberwolves; 28 minutos, 10 pontos (3-6 FG), 11 rebotes, 4 assistências, 1 toco, 4 turnovers e 3 faltas.

- Leandro Barbosa, Phoenix Suns (12 de novembro de 2003)
vs. Atlanta Hawks; 5 minutos, 4 pontos (2-3 FG) e 1 rebote.

- Alex Garcia, San Antonio Spurs (5 de janeiro de 2004)
vs; Denver Nuggets; 7 minutos, 0 ponto (0-4 FG), 2 roubos e 1 turnover.

- Rafael Araujo (Babby), Toronto Raptors (3 de novembro de 2004)
vs. Houston Rockets; 3 minutos, 2 pontos (1-2 FG) e 1 rebote.

- Anderson Varejão, Cleveland Cavaliers (4 de novembro de 2004)
vs. Miami Heat; 10 minutos, 7 pontos (3-5 FG), 4 rebotes, 1 assistência e 2 faltas.

- Marquinhos, New Orleans Hornets (atuando em Oklahoma) - 25 de novembro de 2006
vs. Dallas Mavericks; 9 minutos, 0 ponto (0-0 FG), 1 turnover, 3 faltas e 1 assistência.

- Tiago Splitter, San Antonio Spurs (1 de novembro de 2010)
vs. Los Angeles Clippers; 10 minutos, 2 pontos (1-2 FG), 2 rebotes, 1 roubo, 1 turnover e 1 falta.

- Scott Machado, Houston Rockets (28 de novembro de 2012)
vs. Memphis Grizzlies; 4 minutos, 2 pontos (1-1 FG), 1 rebote, 2 assistências, 1 roubo e 2 turnovers.

- Fab Melo, Boston Celtics (1 de fevereiro de 2003)
vs. Orlando Magic; 2 minutos, 0 ponto (0-0 FG) e 1 roubo.

- Vitor Faverani, Boston Celtics (30 de outubro de 2013)
vs. Toronto Raptors; 26 minutos, 13 pontos (4-6 FG), 3 rebotes, 3 blocks, 3 turnovers e 5 faltas.

20 de novembro de 2014

Dwight Howard é investigado por maltratar o filho


O pivô Dwight Howard parece que vai enfrentar alguns problemas judiciais nos próximos dias. Ele é acusado de ter espancado seu filho de 6 anos, causando algumas escoriações. Quem apura as informações é a TMZ, que busca mais detalhes após as declarações de Royce Reed, mãe do garoto.

Não existe exames médicos e não há provas a não ser as palavras de Reed, e a polícia da Flórida tratou de encerrar o caso. Por algum motivo, ele foi reaberto na Geórgia. Segundo o pivô, ele estava apenas educando da maneira que havia sido educado na infância (na base da paulada, aparentemente). Howard não sabia que estava fazendo algo errado. Seu advogado tem a expectativa que a polícia da Geórgia tenha a mesma conclusão que as autoridades da Flórida. 

O advogado de Howard também afirma que a mãe do garoto está apenas usando o filho como uma arma para atacar o atleta, tentar conseguir o máximo de dinheiro que conseguir e aparecer na mídia. A NBA se pronunciou através de seu vice-presidente e se diz apenas conhecer os fatos, nada além disso.

Na atual temporada, Howard vem apresentando um jogo mais dominante e sendo um dos responsáveis pela bela campanha do Houston Rockets até aqui. Em 10 jogos, o pivô anotou média de 18,8 pontos e 11,3 rebotes. Vamos acompanhar os próximos capítulos desse caso.

18 de novembro de 2014

Os jogos da semana na TV brasileira; Cavs vs. Spurs é o destaque



18/11/2014 - Terça-Feira - Los Angeles Lakers @ Atlanta Hawks - 22h30 - Sports+
19/11/2014 - Quarta-Feira - San Antonio Spurs @ Cleveland Cavaliers - 22h - ESPN
21//11/2014 - Sexta-Feira - Cleveland Cavaliers @ Washington Wizards - 23h30 - ESPN
22/11/2014 - Sábado - Brooklyn Nets @ San Antonio Spurs - 23h30 - Sports+
23/11/2014 - Domingo - Los Angeles Clippers @ Memphis Grizzlies - 21h - Sports+
24/11/2014 - Segunda-Feira - Phoenix Suns @ Toronto Rapotrs - 22h30 - Sports+

15 de novembro de 2014

12 de novembro de 2014

Digam olá para Giannis Antetokounmpo


Neste início de temporada, confesso que está complicado para acompanhar todos os jogos. Toda aquela disposição nas férias em viajar ao Rio de Janeiro para cobrir a NBA, ficar por dentro de cada detalhe e tentar analisá-lo por completo vai diminuindo quando você volta ao trabalho. Mas os olhares seguem atentos à liga. Eu podia muito bem aqui vir e destacar o início de temporada de Stephen Curry, ou até mesmo rasgar elogios para o monstro Anthony Davis, porém quero ir mais fundo e destacar o início de um cara que tem um imenso futuro pela frente e tem qualidade para evoluir. Falo de Giannis Antetokounmpo.

Pior equipe da temporada passada, o Milwaukee Bucks salta com 4 vitórias em 8 jogos, alcançando o aproveitamento de 50%. Com os mesmos jogos em 2013/2014, eram 2 vitórias em 8 jogos. Os comandados de Larry Drew foram o saco de pancadas da NBA e venceram 15 jogos em 82 disputados. Uma lástima. Mesmo nesse fiasco, Giannis ganhou os olhares do público. Primeiro que seu nome é muito legal. Pô, ANTETOKOUNMPO é um barato! Seus números foram baixos, mas se você analisar bem a campanha de sua franquia, ver que ele é um reserva e apenas 18 nas costas, não é de jogar seus 6,8 pontos, 4,4 rebotes e 1,9 assistência por noite no lixo. O menino Giannis atuava cerca de 24 minutos por partida.

Chegou o Jabari Parker, o Brandon Knight está evoluindo, o garrafão segue sendo chamativo, O.J. Mayo resolveu acordar para a vida e o Jason Kidd, com sua experiência, deu um choque de ânimo nessa garotada. O elenco tem média de 24,5 anos, a terceira menor entre todas as franquias. Apesar de muito cru, Giannis dá amostras que pode ser uma figura importante.

Nos oito primeiros jogos da atual temporada, o grego já aparece com 10,9 pontos de média e 5,1 rebotes. Seu aproveitamento nos arremessos de quadra saiu de 41,4% para excelentes 50,7%. Com certeza Kidd está dando uma atenção ao garoto e o guiando para trilhar os melhores caminhos nessa liga marcada por muitos altos e baixos, e quem não conseguir se equilibrar nessa montanha-russa, cai fora logo. Torço para o sucesso de Antetokounmpo (estou digitando sem CTRL+C e CTRL+V), e quero mesmo ver um Bucks incomodando equipes mais badaladas. Isso é muito saudável para e inspira a reconstruções das outras franquias. O foco está em Davis, LeBron, Harden, Bosh e cia., porém, por favor, olho nesse menino também.

11 de novembro de 2014

Os jogos da semana com transmissão da televisão brasileira


Curta a página do blog no Facebook

12/11/2014 - Quarta-Feira - San Antonio Spurs @ Golden State Warriors - 01h30 - Sports
12/11/2014 - Quarta-Feira - Indiana Pacers @ Miami Heat - 22h30 - ESPN
13/11/2014 - Quinta-Feira - Chicago Bulls @ Toronto Raptors - 23h - Space
14/11/2014 - Sexta-Feira - Brooklyn Nets @ Golden State Warriors - 01h30 - Sports+
15/11/2014 - Sábado - San Antonio Spurs @ Los Angeles Lakers - 01h - ESPN
16/11/2014 - Domingo - Charlotte Hornets @ Golden State Warriors - 01h30 - Sports+
16/11/2014 - Domingo - Houston Rockets @ Oklahoma City Thunder - 23h - Sports+
17/11/2014 - Segunda-Feira - Houston Rockets @ Memphis Grizzlies - 23h - Sports+